segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Como dar aula de espanhol em grupos heterogêneos sem morrer no intento?

Olá colegas!

Este artigo vou dedicá-lo, principalmente, a professores de escolas de idiomas que diariamente têm que se enfrentar a grupos heterogêneos com alunos de diferentes idades e diferentes níveis de conhecimento. Espero que seja útil.

Desde crianças estamos acostumados a ficar em grupos com colegas com idades bem próximas, assim que quando começamos a carreira de professor de língua espanhola, acreditamos que também teremos as mesmas condições de trabalho.
É grande a surpresa quando chegamos à sala de aula e nos deparamos que temos um aluno de 11 anos e um de 60, que temos um aluno em nível inicial e outro em nível intermediário. Essa é a realidade das escolas de idiomas, principalmente com as turmas de espanhol, não há alunos suficientes para formar turmas com condições semelhantes e terminam montando grupos realmente diversificados.

Lembro a primeira vez que me tropecei com uma situação como essa, de fato foi a primeira escola em que trabalhei, tinha que explicar aluno por aluno, havia alunos de todos os níveis e entravam alunos novos em qualquer momento do curso, ah, evidentemente havia alunos de todas as idades. Na segunda parte da aula, realizávamos as atividades de conversação em grupo. Juro que pensei que iria enlouquecer. Como fazer atividades para grupos tão diferentes? Como ajudar a cada aluno a satisfazer suas necessidades? Como não perder a motivação do grupo? Essas, e muitas outras perguntas, davam volta em minha cabeça e as resposta só as achei com o tempo.

Para economizá-lhe dias de insônia, preocupações e outros pesadelos, vou compartilhar minha experiência, minhas conclusões e algumas dicas para enfrentar situações como essas.

Depois de um tempo, descobri que a diversidade, longe de ser ruim, era muito boa. Você sabe quais as vantagens de um grupo heterogêneo? São muitas, principalmente a riqueza de conhecimentos, os vários pontos de vista que enriquecem as discussões, etc., porém, você só consegue aproveitam essas vantagens se usar em suas aulas o aprendizagem cooperativo. O que é isso? É fomentar no grupo o trabalho em equipe.

- Dicas de atividades para grupos heterogêneos:

1. Dê prioridade a atividades em duplas. Coloque um alunos mais avantajado com um aluno mais atrasado. Você vai ficar surpreso ao ver como os alunos aprendem mais com o colega que com o próprio professor.


2. Dê prioridade a atividades neutras. Não pode levar uma atividade ideal para seu aluno de 11 anos, ou ideal para seu aluno de 60. Tem que levar atividades que possam ser usadas pelas duas faixas etárias.

3. Use atividades de repetição em grupo. Evita que alguns alunos fiquem perdidos, principalmente aqueles que estão mais atrasados.

4. Use músicas e vídeos que não sejam muito difíceis para os alunos de menor nível, nem muito fáceis para alunos de um nível mais avançado.

Se você tomar esse caminho suas aulas serão bem mais produtivas, você evitará que alguns alunos se desanimem porque não aprendem: uns porque fica muito fácil e outros porque fica muito difícil.

Boas aulas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua mensagem ao ser recebida ficará aguardando aprovação. Volte em breve que terá resposta. Obrigada por participar do blog!